Inauguramos hoje um espaço para que os nossos leitores também possam contribuir com seus conhecimentos e opiniões sobre as Small Caps. Boa leitura!

JHSF é uma empresa muito difícil de ser analisada, pois não tem qualquer empresa na bolsa de valores similar. Nas suas áreas de atuação o ramo de alto luxo é o diferencial, setor pouco explorado no país. Por tudo isso, o mercado faz uma avaliação superficial sobre ela.

JHSF é proprietária dos hotéis e restaurantes Fasano (Fasano Angra dos Reis, Fasano Belo Horizonte, Fasano Salvador, Fasano Rio de Janeiro, sendo que há dois projetos em execução do Fasano Trancoso e Fasano Nova York). A JHSF explora os seguintes shoppings: Cidade Jardim, São Paulo-SP; Bela Vista, Salvador-BA; Ponta Negra, Manaus-AM; Catarina Fashion Outlet, São Roque-SP, e o Cidade Jardim Shops a ser inaugurado no primeiro trimestre de 2020. Importante mecanismo ainda não percebido pelo mercado é o ecommerce no Shopping Cidade Jardim, o que se espera receber a devida atenção agora com a notícia de que teve o aumento de 300%, nos últimos 12 meses.

Os shoppings da JHSF valem cerca R$ 2,5 Bilhões, o que não reflete no valor de mercado da companhia, restando-a subavaliada.

Na incorporação imobiliária, o principal empreendimento da empresa está em área de 3 milhões de metros quadrados, com mais de 600 Milhões em imóveis a venda, desprezando-se lotes de terra nua também à venda. A empresa possui área livre para construção de mais de 2 milhões de metros quadrados em São Roque e em São Paulo, Capital.

É importante mencionar o FASANO CIDADE JARDIM, complexo imobiliário de alto luxo coligado ao Shopping Cidade Jardim, o qual já tem várias unidades vendidas.

O xodó dos acionistas é sem dúvida o Aeroporto Catarina que recebeu recentemente autorização da ANAC para funcionamento. O objetivo da empresa com esse empreendimento é a concentração de voos executivos de jatos e helicópteros, com a locação de hangares, cujo valor gira em torno de R$ 50.0000,00 mensal. A princípio são 50 mil metros quadrados para hangares. Em conjunto ao aeroporto, a empresa pretende explorar galpões logísticos, o que alçará o aeroporto ao novo patamar.

Carlos Roberto Bittencourt Silva é advogado e investidor de renda variável

Caso você também queira escrever algo em nosso Portal, envie seu texto para contato@smallcaps.com.br. Além do texto, precisamos de sua assinatura, com nome e qualificação. Nos reservamos o direito de decidir quais textos iremos ou não publicar.

* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Small Caps

5 COMENTÁRIOS

  1. Comprei ações da JHSF, desde então é só alegria. Pretendo mantê-las para longo prazo, pois acredito muito no potencial dessa empresa.

  2. sou analista independente de ações investimento da bolsa de valores brasileira tenho orientado os meus seguidores a comprarem tudo que puderem de JHSF3, porque creio que sera a ação que irá explodir nos próximos anos, tenho convicção que ela repetirá os resultados do ano de 2019 pelos números consistentes que tem apresentado em seus relatórios de balanço
    Quem entende um pouco de fundamentos poder analisá-las chegar a mesma conclusão, seus números são muito consistentes

  3. Fiz os cálculos levando em conta a diferença do ppi, isso modifica muito os indicadores de performance da empresa.
    O resultado está evoluindo, porém o LL continua sendo mera obra de ficção.
    Com o PPI dando um resultado de 245M no 4T 19, gerando um LL de 211M, já mostra que sem este a empresa ainda estaria no prejuízo…
    Continua sendo uma boa empresa, não é mais o Foguete, O que é completamente normal, está em fase de recuperação e agora está se consolidando, com base na cotação atual a empresa deve entregar uma valorização de aproximadamente 150% até 2022. Hoje a empresa vale por volta de R$7,20 por fdc considerando a media de crescimento apresentada ao ano e perpetuidade 0.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui