Companhia volta a pagar dividendos depois de recuperação judicial e divide opiniões sobre recuperação.

Fundada no ano de 1997, a Dexxos Participações S.A. nasceu com o nome de GPC Participações S.A, atuante no segmento químico e petroquímico desde 1954 mediante a companhia Synteko Produtos Químicos S.A.

A fim de concentrar a fatia industrial do negócio, a companhia incorpora parte da Apolo Tubos e Equipamentos S.A (fabricante de tubos ERW), passando a atuar na parte de tubos de aço, químico e petroquímico. Dando continuidade aos negócios industriais, a empresa Prosint Química compra parcela dos ativos da RM Materiais Refratários Ltda.

No ano de 2021, a companhia passou pela transição de sua denominação social aprovada em Assembleia, passando assim a ter seu atual nome “Dexxos Participações S.A”. O segmento de atuação da companhia possui dois principais braços:

  • Químico: i) GPC Química S.A. na produção de resinas termofixas e fabricação de formol, localizadas no Paraná e Minas Gerais; ii) Copenor (Companhia Petroquímica do Nordeste) com sua sede localizada na Bahia, atua no ramo de produção de formaldeído e hexamina e revenda de metanol e outros;
  • Tubos de Aço: iii) Apolo Tubos e Equipamentos S.A. explora a indústria de aço em sua totalidade de categorias, sendo que a principal modalidade é a de tubos para a construção civil, setor automobilístico e infraestrutura, com sede no Rio de Janeiro; iv) Apolo Tubulars S.A. cuja atuação se dá na fabricação de tubos especializados para o mercado de petróleo e gás, com sua sede em São Paulo.

Organograma

Em novembro de 2020, a companhia mostrou fôlego ao sair da recuperação judicial, e, este ano, anunciou o pagamento de dividendos depois de anos sem distribuir proventos aos seus acionistas.

1T21: O primeiro trimestre de 2021 mostra a reestruturação da companhia, com destaque positivo da margem Ebitda que apresentou elevação de 55% frente ao mesmo período do ano anterior. Assim como sua receita bruta, que apontou um crescimento de 51%, para R$ 272,6 milhões ante o primeiro trimestre de 2020, que apresentou como uma das causas a maior demanda em decorrência de uma desvalorização cambial, benéfica para a ampliação da base de clientes da companhia.

Além disso, vale ressaltar que a Dexxos Participações concluiu a primeira fase do investimento em expansão de um de seus parques, conseguindo aumentar sua capacidade de produção e concluiu o projeto de ampliação e modernização da linha de pintura de tubos com o objetivo de reduzir custos de produção e aumento de produção.

2T21: Para o segundo trimestre de 2021, a receita bruta da companhia continuou o crescimento, apontando alta de 20%, enquanto que, comparando com o 2TRI de 2020, o desempenho foi de crescimento de 114% em decorrência de vendas maiores e aumento do preço médio. O lucro bruto da companhia apontou elevação de 93% frente ao 2TRI de 2020, entretanto, ocorrendo redução do primeiro para o segundo semestre deste ano (2021) principalmente por conta dos maiores efeitos nas bonificações sobre insumos.

Por outro lado, houve um leve aumento do endividamento da Dexxos no segundo trimestre do ano em consequência da necessidade de capital de giro. O cenário macroeconômico atual pode alavancar a empresa já que a recuperação do setor de construção civil – com a aceleração da vacinação e o retorno às atividades anteriores à pandemia de Covid-19, principalmente quando se fala em investimentos – tende a ser satisfatória nos próximos meses com a retomada econômica. Ademais, a expansão do setor petrolífero propende a ser favorável à companhia, uma vez que atua na fabricação de tubos para o segmento de petróleo.

Confira os indicadores da companhia abaixo:

MÚLTIPLOS

P/LPEG RATIOLPAP/EBITDA
10,14,85,7

INDICADORES DE RENTABILIDADE

ROEROAROIC
38,8%33,1%23,9%
MARGEM BRUTAMARGEM  LÍQUIDAMARGEM EBITDA
21,4%13,4%19,9%

DADOS DE MERCADO

MARKET CAPEVBETA
R$ 1,51 biR$ 1,520,19

INDICADORES DE ENDIVIDAMENTO

DÍV. LÍQ/PLDÍV. LÍQ/EBITDALIQ. GERALLIQ. CORRENTE
4,2%0,10,20,1

Fonte: Economática – 12/08/2021


Caso queira saber a opinião da Sara Invest sobre essa e outras companhias, além da análise de seus indicadores, acesse https://www.sarainvestoficial.com/

Sobre o autor:  Marco Saravalle é analista CNPI-P (SP-2729) e sócio-fundador da BM&C e da Sara Invest. Foi estrategista de Investimentos do Banco Safra, estrategista de Investimentos da XP Investimentos, Analista e co-gestor de fundos de investimentos na Fator Administração de Recursos e GrandPrix e analista de ações na Coinvalores e Socopa. Iniciou sua carreira no programa de Trainee do Citibank. Formado em Ciências Econômicas pela PUC-SP, Pós-graduado em Mercado de Capitais pela USP e Mestrando em Economia e Finanças pela FGV/EESP. Atualmente é Diretor Administrativo/Financeiro da Apimec Nacional, membro do comitê de educação da CVM e presidente do Conselho da ONG de educação financeira, Multiplicando Sonhos.

NÃO SE TRATA DE RECOMENDAÇÃO DE COMPRA OU VENDA

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal
Small Caps

Caso você também queira escrever em nosso Portal, envie seu texto
para contato@smallcaps.com.br. Além do texto, precisamos de sua assinatura, com
nome e qualificação. Nos reservamos o direito de decidir quais textos iremos ou
não publicar.

Siga nossas redes sociais
Twitter: www.twitter.com/portalsmallcaps
Instagram: www.instagram.com/portalsmallcaps

2 COMENTÁRIOS

  1. Esta empresa já havia pago ou informado pagamento de dividendos antes de sair da recuperação judicial. Pagou em 2019, 2020 e já pagou parte em 2021 e ainda pagará mais até o final deste ano, informação esta já divulgada em fato relevante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui