Fundada em 2001 como uma Distribuidora de Celulares, a Allied se tornou a principal player do Brasil no segmento, além de operar também em Eletrônicos e Linha Branca, possuindo portfólio superior a 3.000 SKUs em aproximadamente 20 categorias de produtos.

Atualmente, a companhia atua nos segmentos de Distribuição, Varejo Físico, Varejo Digital e, recentemente, Serviços Financeiros.

Em 2015, a Advent, um dos maiores e mais renomados Fundos de Private Equity do mundo, adquiriu 75% das cotas da companhia, gerando boas expectativas, haja visto seus feitos recentes em companhias como Walmart Brasil (Grupo Big), Easyinvest, Fleury, Lojas Quero-Quero, dentre outros.

Modelo de negócio atual

(i) Distribuição

  • Atende do Pequeno ao Grande Varejo, atuando em mais de 3.500 clientes;
  • Principais produtos comercializados são celulares, notebooks, televisores, linha branca e smart home;
  • Representante relevante de Marcas como: Apple, Samsung, Midea, Lenovo, HP, dentre outras;
  • Cinco Centros de Distribuição em Jundiaí/SP, Vitória/ES, Contagem/MG, Manaus/AM e São José/SC.

(ii) Varejo Físico

Maior Rede de Lojas Oficial Samsung do Brasil e segunda maior do Mundo com 156 lojas/quiosques e 108 Store in Store – quiosques dentro de loja de um parceiro, com as Redes Marabraz e Sams Club, que são as principais) -, totalizando 264 lojas/quiosques.

(iii) Varejo Digital

  • Executora do Projeto “IPhone para Sempre” parceria entre Itaú e Apple;
  • Responsável pela comercialização de Planos de Telefonia nos canais digitais das Operadoras Oi, Tim, Vivo e Claro;
  • Loja própria operando em todos Marketplaces relevantes (Magalu, Via Varejo, B2W, Mercado Livre, Amazon, dentre outros);
  • Operador das Lojas Oficiais da Apple e Google em Marketplaces.

(iv) Serviços Financeiros

Com propósito de prover soluções de pagamentos aos Clientes dentro das Lojas Samsung da Rede Allied, o projeto expandirá para toda a rede de Lojas Samsung do Brasil.

(v) Outros Serviços

  • Gestão do site e ativação dos planos do Projeto Carro Conectado, uma parceria entre as Marcas Fiat, Jeep e Allied;
  • Foco em prover soluções de tecnologia que gerem valor a seus parceiros, aumentando a amplitude de suas relações e consequentes novas oportunidades de negócio.

O segmento de Distribuição e sua importância para a Allied

Normalmente, o segmento de Distribuição é duramente criticado por analistas em virtude de suas baixas margens e alta necessidade de capital de giro. No caso da Allied, alguns pontos devem ser considerados:

  • O Volume de Compras consolidado contribui para melhores preços e consequentemente margens mais saudáveis no Varejo, o que não seria possível sem a Distribuição;
  • Diluição de SG&A (Despesas Administrativas e de Vendas) e Despesas Logísticas, reduzindo consideravelmente o impacto destas no resultado do Varejo Físico e Digital;
  • Capacidade de se posicionar não somente como Distribuidor, mas também como provedor de soluções tecnológicas, fortalecendo a relação cliente x fornecedor e consequente permitindo operações comerciais mais saudáveis;
  • Participante importante para os grandes Varejistas que muitas vezes demandam de rápido acesso a produtos para promoções não planejadas (muito comum no varejo), e essencial para os pequenos Varejistas que sequer tem acesso aos grandes Fabricantes.

Portanto, fica evidenciado que a elevada margem bruta e o baixo índice de despesas x receita líquida somente são possíveis em virtude da junção dos segmentos Distribuição e Varejo, o que se torna um diferencial quando compara-se Allied com outros varejistas e distribuidores.

Diretoria e Conselho de Administração

Além de um excelente modelo de Governança, a companhia conta com um Conselho de Administração e time de Diretoria excepcional, tendo como destaque alguns nomes:

  • Silvio Stagni – CEO, que ocupou os cargos de Presidente da Lenovo do Brasil, Presidente da Sony Ericsson do Brasil, VP da Samsung do Brasil e Country Manager da Motorola, tendo praticamente toda sua carreira dedicada ao setor, sendo este o responsável pela execução do plano de crescimento da Allied no Varejo Físico e Digital;
  • Flávio Benício Jansen – membro Efetivo do Conselho de Administração, responsável pelo início da Submarino.com, de Diretor de Tecnologia a CEO, e que é o atual Presidente do Conselho das Lojas Quero-Quero e da IMC (Meal Company), Membro do Conselho da Locaweb e Yduqs; e Rafael Patury – membro Efetivo do Conselho de Administração, Diretor responsável pelas áreas de Saúde, Varejo e Consumo da Advent Brasil, participou dos processos de investimento da Advent na Allied, Fleury, Walmart (Grupo Big), Grupo CRM (Kopenhagen), Cataratas do Iguaçu e Lojas Quero-Quero.
  • Rafael Patury – membro Efetivo do Conselho de Administração, Diretor responsável pelas áreas de Saúde, Varejo e Consumo da Advent Brasil, e que participou dos processos de investimento da Advent na Allied, Fleury, Walmart (Grupo Big), Grupo CRM (Kopenhagen), Cataratas do Iguaçu e Lojas Quero-Quero.

Resultados 2020

Com uma Receita Líquida de R$ 5,754 bi x R$ 4,508 bi em 2019 (+27,2%), Margem Bruta estável, um Ebitda de R$ 328,8M x R$ 222,7M em 2019 (+47,6%), a companhia surpreendeu todas as expectativas apresentado um Lucro Líquido de R$ 167,6M em 2020 contra R$100,6M em 2019 (+66%).

Apesar de adversidades relevantes como fechamento de Lojas Samsung e pequenos varejistas fragilizados diante da queda do Varejo Físico, a companhia conseguiu alcançar o melhor resultado de sua história.

Resultados 2021

Com uma Receita Líquida de R$1,127bi x R$834,8m no 1T2020 (+35,1%), Margem Bruta 2.6pp superior, um Ebitda de R$88,5m x R$34,9m no 1T2020 (+153,1%), o Lucro Líquido cresceu de forma surpreendente (+400%), saindo de R$9,3m para R$46,4m, mesmo este primeiro trimestre sendo o trimestre de menor volume para o segmento.

Vale levar em consideração também que o volume de vendas foi consideravelmente afetado com grande parte das Lojas Samsung fechadas em boa parte do período, além também do impacto na Distribuição para clientes apenas do Varejo Físico.

O que esperar do 2T21 e 2S21?

A Distribuição, Varejo Digital e Físico, devem apresentar volume de Vendas de Celular superior ao 1T21. Considerando que a companhia possui na Distribuição demanda superior a oferta, devemos continuar percebendo margens brutas elevadas, o que deve contribuir consideravelmente para o resultado.

Somente o Projeto Iphone para Sempre (que possui modelo de vendas recorrente) deve contribuir com incremento relevante na Receita Líquida em 2021.

Ainda no Varejo Digital, devemos ser surpreendidos com o crescimento de vendas nos Marketplaces Via Varejo, B2W e Mercado Livre, que devem ganhar share sobre o total (eram menos relevantes comparados a Magalu), gerando volume incremental considerável.

Já no Varejo Físico, temos alguns pontos relevantes a ressaltar:

(i) Volume de Pontos de Vendas
– 2T20 150 x 2T21 275* (+83%)
– 3T20 190 x 3T21 302* (+59%)
– 4T20 256 x 4T21 317* (+24%)
(*projetado)

Incremento considerável do volume de Pontos de Vendas quando comparado ano a ano, aumentando consideravelmente o potencial de vendas. Com expectativa de menos restrição de circulação, quando comparado ao 2S20, o 2S21 deve contribuir consideravelmente para o aumento do volume de vendas no ano.

(ii) Crescimento recorrente da categoria Celulares
Ainda devemos ter pela frente uma avenida de crescimento expressiva na demanda de Celulares, que vem em tendência forte em virtude da facilidade de acesso pelo público consumidor e da constante evolução tecnológica.

(iii) Fortalecimento das Lojas Especializadas
A Samsung do Brasil prevê que nos próximos anos que seu share de vendas de celulares via Lojas Oficiais Samsung crescerá de 7,0% para 15,0%. Parte do crescimento se dará através de novos Pontos de Vendas e parte através do ganho de share das Lojas Especializadas x Varejistas generalistas.

Opcionalidades relevantes

  • Adição de novas marcas na Distribuição;
  • Nova categoria de produto “Celulares Usados”, sendo hoje a companhia provedora de supply para varejistas do segmento, e brevemente com a captação de Iphone em virtude do Projeto Iphone para Sempre, a companhia tem potencial de surpreender nesta categoria. Vale mencionar sobre a Trocafone (empresa de Celulares Usados que está em processo de abertura de capital) para percepção do potencial valor desta opcionalidade.

IPO

  • Ocorreu através da modalidade 476 onde somente Institucional pode participar (Oferta);
  • Oferta Primária de R$189,0m e Secundária de R$9,0m; – Free Float atual de 14,1%.

Realizados e Projeções 2021/22*

Múltiplos e números atuais

MARKET-CAPR$2,09bi
P/E8,9 x
EV/EBITDA4,9 x
EV/SALES0,38 x
ROE14,50%
DIV.LÍQ./EBITDA(0,2) x

Marketcap e EV considerando cotação do dia 15/06/21; P/E, EV/Ebitda e EV/Sales  sobre projeções ano 2021; ROE sobre resultado 2020; Div. Líq. sobre 1T21 adicionada entrada de caixa da Oferta Primária.


Sobre o autor: Diego Lobato é Investidor Pessoa Física, graduado em Administração pela Fundação Getúlio Vargas. Foi empresário no ramo Automotivo e de Locação de Veículos por 15 anos. Por estímulo de seu pai e enquanto entusiasta, fez seu primeiro investimento no Mercado Financeiro há 22 anos e hoje dedica-se com exclusividade.

Caso você também queira escrever algo em nosso Portal, envie seu texto
para contato@smallcaps.com.br. Além do texto, precisamos de sua assinatura, com
nome e qualificação. Nos reservamos o direito de decidir quais textos iremos ou
não publicar.

NÃO SE TRATA DE RECOMENDAÇÃO DE COMPRA OU VENDA

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal
Small Caps

Siga nossas redes sociais
Twitter: www.twitter.com/portalsmallcaps
Instagram: www.instagram.com/portalsmallcaps

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui