A Companhia está entre as ações fora do radar dos acionistas. Ações descontadas?

SEGMENTO DE ATUAÇÃO
A Alliar Médicos à Frente atua como líder no setor de diagnóstico médico por imagem, isto é, tecnologias que permitem que os profissionais da saúde tenham uma melhor visão interna dos pacientes, através de raio X, partículas radioativas, ondas sonoras, entre outras. Além disso, a companhia trabalha com análises clínicas, por meio de coleta de amostras. 

Fundada em 2011 através da fusão de quatro empresas do segmento de diagnóstico médico, a Alliar atualmente é uma das maiores empresas do setor e está em 10 estados brasileiros, gerando renda para mais de 5 mil colaboradores e 900 médicos. A companhia conta com mais de 120 equipamentos de ressonância magnética, 350 ultrassons e 50 tomógrafos, em cerca de 120 unidades de atendimento. 

A instituição conta com grandes marcas, como Axial Inteligência Diagnóstica, Cartão Aliança, CDB Inteligência Diagnóstica, Cedimagem, Clínica Sabedotti, Clínicas São Judas Tadeu, Nuclear Medcenter, entre outras. 

O modelo de negócio da companhia se caracteriza por suas unidades próprias de diagnóstico e aquisições associativas, no modelo hub and spoke. Desta forma, busca a associação de empresas líderes regionais, com a inauguração de unidades em cidades vizinhas. 

IMPACTOS DA PANDEMIA
Desde o começo da pandemia, o desempenho da companhia tem sido abalado, já que 45 unidades tiveram que fechar as portas em março de 2020 e muitas outras operaram em horário reduzido. No primeiro trimestre do ano passado, a empresa apresentou prejuízo de R$ 21,7 milhões, queda de 9,9% na receita.  Antes da pandemia, a companhia estava passando por uma reestruturação, depois de mais de 20 aquisições no decorrer dos anos, após sua fundação. 

Apesar de todas as adversidades, há uma luz no fim do túnel para a companhia. A Alliar passou a fazer testes de Covid-19, do tipo PCR, cujo resultado sai em até 7h. O teste de antígeno também é oferecido em laboratórios da Alliar, com o resultado em até uma hora. 

CENÁRIO EM QUE A COMPANHIA ESTÁ INSERIDA
Como concorrentes da companhia, podemos apontar três: i) Fleury (FLRY3); ii) Dasa (DASA3) e iii) Hermes Pardini (PARD3). 

Com o surgimento de novas tecnologias e da expectativa de vida crescente para os próximos anos, a tendência é que o segmento de medicina e diagnóstico se aqueça cada dia mais, sustentando a demanda. Ademais, o setor é primordial para a sociedade como um todo, sendo que a companhia pode operar tanto no setor privado, como no público. A retomada da economia e a diminuição das taxas de desemprego, podem fazer com que as pessoas se preocupem mais em adquirir planos de saúde, depois do cenário de pandemia.    

4T20 – RESULTADOS
Ainda que a pandemia do novo coronavírus tenha impactado significativamente os negócios, a empresa apresentou bons resultados no quarto trimestre de 2020. A receita operacional bruta foi a maior da história, totalizando R$ 315 milhões, o Ebitda ajustado teve alta de 11,5%, para R$ 75,5 milhões no trimestre, em comparação com o mesmo período de 2019. Ademais, o lucro líquido foi 71,2% maior do que o quarto trimestre de 2019. Contudo, o último trimestre de 2020 mostrou um caixa mais robusto sobre a dívida de curto prazo, apontando uma boa recuperação.

Para 2021, a companhia irá retomar os investimentos, com a implementação de machine learning em 30 equipamentos de ressonância, expansão das unidades já existentes, acréscimo de novos equipamentos, vendas de cursos de especialização e lançamento de novos produtos. 

AÇÕES
As ações da empresa estão listadas na bolsa de valores no segmento Novo Mercado, com o ticker AALR3. É possível verificar que as ações também sofreram com a pandemia do novo coronavírus, visto que apresentaram desvalorização de 14,49% em 12 meses.

MÚLTIPLOS

P/L PEG RATIO LPA P/EBITDA
-10,890,03-0,829,64

INDICADORES DE RENTABILIDADE 

ROEROAROIC
-7,96%-3,83%-1,41%
MARGEM BRUTA MARGEM EBITDAMARGEM LÍQUIDA
17,80%11,85%-10,49

DADOS DE MERCADO

MARKET CAPEV BETA
1,08 BR$ 1,7 B0,96

INDICADORES DE ENDIVIDAMENTO 

DÍV. LÍQ/PLDÍV. LÍQ/EBITDALIQ. CORRENTE
0,465,131,19

Fonte: Economatica – 29/04/2021 


Caso queira saber a opinião da Sara Invest sobre essa e outras companhias, além de nossas carteiras recomendadas e relatórios, acesse o link <https://www.sarainvestoficial.com/>

Sobre o autor:  Marco Saravalle é analista CNPI-P e sócio-fundador da BM&C e
da Sara Invest. Foi estrategista de Investimentos do Banco Safra, estrategista
de Investimentos da XP Investimentos, Analista e co-gestor de fundos de
investimentos na Fator Administração de Recursos e GrandPrix e analista de
ações na Coinvalores e Socopa. Iniciou sua carreira no programa de Trainee do
Citibank. Formado em Ciências Econômicas pela PUC-SP, Pós-graduado em Mercado
de Capitais pela USP e Mestrando em Economia e Finanças pela FGV/EESP.
Atualmente é Diretor Administrativo/Financeiro da Apimec Nacional, membro do
comitê de educação da CVM e presidente do Conselho da ONG de educação
financeira, Multiplicando Sonhos.

Caso você também queira escrever algo em nosso Portal, envie seu texto
para contato@smallcaps.com.br. Além do texto, precisamos de sua assinatura, com
nome e qualificação. Nos reservamos o direito de decidir quais textos iremos ou
não publicar.

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal
Small Caps

NÃO SE TRATA DE RECOMENDAÇÃO DE COMPRA OU VENDA

Siga nossas redes sociais:
Twitter: www.twitter.com/portalsmallcaps
Instagram: www.instagram.com/portalsmallcaps

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui