Eis os dados e resultados da Cerâmica Portobello relativos a 30-Jun-20.  Os números consolidados do primeiro semestre de 2020 são comparados ao primeiro semestre de 2019 exceto se mencionado diferente:

  • Receita líquida de R$ 516 milhões (mesmo montante)
  • Lucro Bruto Ajustado de R$ 177 milhões (aumento de 5%)
  • Margem Bruta Ajustada e recorrente de 34% (versus 33%)
  • EBITDA Ajustado e Recorrente de R$ 38 milhões (aumento de 82%)
  • Margem EBITDA Ajustado e Recorrente de 7,5% (versus 4,1%)
  • Resultado antes de Tributos sobre Lucro de R$ 20  milhões ( R$ 8 milhões)
  • Lucro Líquido de R$ 73 milhões (Lucro Líquido de R$ 7 milhões)
  • Patrimônio Líquido de R$ 411 milhões fundeando 21% dos Ativos Totais
  • Disponibilidades Financeiras (Caixa e Aplicações) de R$ 282 milhões (queda de % em comparação a 30-Mar-20)
  • Dívida Líquida Total de R$ 468 milhões (redução de 10% em relação a 30-Mar-20)
  • Alavancagem “Divida Líquida / Ebitda ” de4,0x (versus 2,3x em 30-Mar-2020)
  • Liquidez Corrente de 1,3 x (sem alteração)

O primeiro semestre de 2020 apesar dos desafios econômicos foi um período de avanço para a Portobello.  A Receita do 2T20 foi positivamente impactada por melhores preços e mix de produtos (4,6%) e câmbio favorável (7,2%). No 1S20 os preços/mix geraram 8,6% de impacto na Receita e o câmbio favorável 5,3%.

Comparando-se semestres, embora as receitas tenham ficado praticamente estáveis,  as margens bruta e de Ebitda melhoraram mesmo com o problema do elevado preço do gás, que é um importante insumo/custo no processo industrial da companhia.

Contribuíram para a melhoria: efeito favorável do câmbio (exportação), mix de produtos de maior valor agregado  e estabilização dos custos de produção. 

Pelo lado da cautela, é importante destacar a contribuição no resultado de “Outras Receitas”, não recorrentes, de R$ 13 milhões no 2T20 e R$ 29 milhões no 1S20 relacionadas a reversão de tributação de PIS/Cofins. 

A questão do gás é fundamental para a empresa.  A alta dos preços em 2019 a atingiu fortemente.

A boa notícia é que a partir de Julho as tarifas de gás em Santa Catarina caíram 13,5% e isso deverá impactar positivamente o 3T20.

A margem bruta da empresa está hoje em 34%.  Estimamos que esta redução no preço do gás poderá acrescentar entre 4 a 5 pontos percentuais a essa margem. 

A Margem Ebitda também evoluiu sinalizando a melhoria de eficiência perseguida pela Portobello hoje em 7% mas longe do histórico ao redor de 15%.

O Lucro Líquido de R$ 73 milhões no semestre precisa ser contextualizado.  Nele está incluída a reversão de provisões sobre a realização do crédito prêmio IPI – Polo Ativo no montante de R$ 54,0 milhões.  Ou seja, o LL recorrente está na ordem de R$ 20 milhões. 

A geração de caixa operacional da Portobello no semestre foi de R$ 133 milhões.  As atividades de Investimento e de Financiamento acabaram por consumir R$ 126,3 milhões nesse período.  Restou portanto um superávit de caixa de R$ 6,6 milhões resultando num posição de Caixa de R$ 282 milhões em 30-Jun.  

O figura abaixo mostra a posição de caixa bem como cronograma  de amortização da dívida.  Trata-se de um endividamento alto (Divida Liquida/Ebitda = 4,0 x) que precisa ser endereçado pela empresa, sendo este um dos principais pontos de risco.  O perfil de amortização da dívida mostra o grande desafio nos próximos 18 meses:  amortizar parcialmente e refinanciar R$ 318 milhões.  

Em resumo, temos aqui riscos e oportunidades.  Operacionalmente há elementos que apontam para mais lucro e mais geração de caixa.  A Portobello trabalha com um complexo acervo de ações fiscais que nos últimos tempos tem favorecido a empresa mas acabam por dificultar a avaliação da sua real capacidade de geração recorrente de valor.  Além disso a questão do endividamento preocupa. 

Entretanto a indústria da construção civil e a de materiais de construção estão vivendo uma forte retomada.  Demanda forte e crescente.  A Portobello tem excelentes condições de beneficiar deste cenário bem positivo.

Nota:  Este post foi elaborado a partir de informações obtidas da central de download da área de RI da PGB.

Siga nossa página no Facebook: facebook.com/smallcaps.com.br

NÃO SE TRATA DE RECOMENDAÇÃO DE COMPRA OU VENDA

Sobre o Autor: Claudio R. Cusin é Engenheiro Mecânico formado pela Poli (USP) e Economista formado pela FEA (USP). É atualmente consultor de finanças tendo trabalhado no mercado financeiro por 30 anos. Foi Diretor de Credito e de Risco em vários bancos de investimento e comerciais. Email : claudio@smallcaps.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui