Energias renováveis podem ser o futuro da humanidade?

Enauta: o começo de tudo

Em 2010, com o nome de Latina Participações S.A., nasceu a Enauta Participações S.A. Tempos depois, ela ainda passou a ser chamada de Queiroz Galvão Óleo e Gás S.A, Constellation Serviços de Petróleo S.A (após a companhia ser adquirida) e, ainda,  QGEP Participações S.A.

O segmento de atuação da companhia é na produção e exploração de petróleo e gás natural, através de sua controlada Enauta Energia S.A. Qualificada como “Operador A” pela ANP, podem atuar em terra, águas rasas, profundas e ultraprofundas, sendo que a operação da Enauta é concentrada em oito bacias em diferentes estados brasileiros.

Diversificação geográfica dos ativos

Fonte: RI da companhia.

Em 2015, caminhando para a construção de um portfólio de exploração de alto potencial, a empresa participou da 13º Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), incorporando dois blocos OffShore (SEAL-M351 e SEAL-M-428), situados na  Bacia de Sergipe-Alagoas, segundo Formulário de Referência. Já em 2020, buscando uma oportunidade de diversificação do seu portfólio, a companhia obteve 30% de participação nos blocos terrestres PAR-T-196, PAR-T-215, PAR-T-86 e PAR-T-99 na Bacia do Paraná.

2T21: Desempenho da companhia

A receita líquida da Enauta no 2T21 surpreendeu positivamente: foi superior em 93,3%em relação ao trimestre anterior. O lucro líquido, por ter sido negativo no 1TRI, alcançou alta de + 4125,5%no segundo trimestre deste ano, impactada pelo valor justo de Atlanta.

O famigerado petróleo

Não é novidade que o mercado de petróleo vem sofrendo mudanças durante quase cinco décadas. O chamado “Choque do Petróleo” em 1973 ocorreu por um déficit na oferta deste bem que, a propósito, ocasionou em uma série de crises abrangendo os produtores árabes da OPEP. No choque do petróleo de 1973, ocorreu pelo embargo do petróleo pelos Árabes. Já o segundo, no ano de 1980, teve início com a Guerra do Irã-Iraque e quase triplicou o valor do petróleo.

De fato, o petróleo é um bem que interfere em uma série de variáveis como, por exemplo, a famigerada gasolina que é ponto chave na logística dos demais bens de uma economia. A desvalorização cambial causada pela evasão do dólar do país, (na maior pandemia dos últimos tempos) juntamente com as históricas quedas nas taxas de juros causaram a tão temida – e conhecida pelos brasileiros – alta da inflação. O petróleo, como já dito, é a peça chave na logística do Brasil e, com a desvalorização da moeda brasileira, pesou ainda mais no bolso pela cotação da commodity ser em dólar.

No ano de 2020, como resultado da pandemia de Covid-19 e da guerra da Arábia Saudita e Rússia, os preços do petróleo chegaram a níveis abaixo de US$ 20,00 por barril.

Perspectivas para o setor

Apesar de tudo, as perspectivas futuras para o petróleo ainda são boas. O Brasil deve ser o país que mais aumentará a produção de petróleo nos próximos anos – com ressalva a OPEP e os Estados Unidos.

As companhias do setor de exploração de petróleo e gás natural, como a Enauta, devem ir em linha com o bom desempenho da commodity.

Entretanto, a crise energética já nos deixa um aviso: é preciso olhar com mais cuidado para as energias renováveis. Os combustíveis fósseis daqui há algumas décadas ainda terão seu espaço reservado no mercado?

MÚLTIPLOS

P/LPEG RATIOLPAP/EBITDA
5,52,615,5

INDICADORES DE RENTABILIDADE

ROEROAROIC
20,7%20,6%13,8%
MARGEM BRUTAMARGEM EBITDAMARGEM LÍQUIDA

DADOS DE MERCADO

MARKET CAPEVBETA
3,82 bi3,80 bi0,82

INDICADORES DE ENDIVIDAMENTO

DÍV. LÍQ/PLDÍV. LÍQ/EBITDALIQ. CORRENTE
-0,4%1,2

Fonte: Economatica – 07/10/2021


Caso queira saber a opinião da Sara Invest sobre essa e outras companhias, além da análise de seus indicadores, acesse https://www.sarainvestoficial.com/

Sobre o autor:  Marco Saravalle é analista CNPI-P (SP-2729) e sócio-fundador da BM&C e da Sara Invest. Foi estrategista de Investimentos do Banco Safra, estrategista de Investimentos da XP Investimentos, Analista e co-gestor de fundos de investimentos na Fator Administração de Recursos e GrandPrix e analista de ações na Coinvalores e Socopa. Iniciou sua carreira no programa de Trainee do Citibank. Formado em Ciências Econômicas pela PUC-SP, Pós-graduado em Mercado de Capitais pela USP e Mestrando em Economia e Finanças pela FGV/EESP. Atualmente é Diretor Administrativo/Financeiro da Apimec Nacional, membro do comitê de educação da CVM e presidente do Conselho da ONG de educação financeira, Multiplicando Sonhos.

NÃO SE TRATA DE RECOMENDAÇÃO DE COMPRA OU VENDA

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal
Small Caps

Caso você também queira escrever em nosso Portal, envie seu texto
para contato@smallcaps.com.br. Além do texto, precisamos de sua assinatura, com
nome e qualificação. Nos reservamos o direito de decidir quais textos iremos ou
não publicar.

Siga nossas redes sociais
Twitter: www.twitter.com/portalsmallcaps
Instagram: www.instagram.com/portalsmallcaps

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui