O resultado da Ambipar no período mostrou melhora operacional, as aquisições somaram na conta, porém as despesas administrativas e financeiras jogaram contra, e aqui entram questões importantíssimas:

  • Dívida (aquisições que aumentam receita, mas também despesas, principalmente financeiras)
  • Sinergias (que gradualmente tendem a melhorar a margem, mas que afetam os resultados de curto prazo).

Vamos começar pelo básico, a política da companhia é considerada por muitos como “agressiva”, devido ao movimento forte de aquisições que adaptou desde o IPO, incluindo  o  processo de internacionalização da companhia com foco  nos EUA na área de Response, principalmente, e também na América do Sul e Europa.

Aqui eu abro um parêntese: em 2007, eu conversei com o empresário que abriu uma marca de comida japonesa, aqui no Rio de Janeiro, com a inovação de oferecer a comida em pequenos cones e eu percebi um crescimento bastante expressivo e rápido da rede e perguntei o motivo disso. Ele me disse que como era algo novo e facilmente replicável, se a marca não ficasse forte no momento inicial, viriam diversos outros players e tentariam copiar o seu modelo de negócios. Hoje, o empresário possui várias lojas abertas no Rio de Janeiro e parte da empresa foi vendida para um fundo/empresa que detém outras marcas.

Eu vejo um movimento similar a esse com a Ambipar. Se a companhia não crescer muito rápido, perderá a oportunidade de uma vida, mesmo sabendo de todos os riscos de execução possíveis.

Para contextualizar o negócio da Ambipar

A Ambipar é uma multinacional brasileira, com sede em Nova Odessa, SP, oferece soluções ambientais sob os princípios da economia circular, faz isso através da reincorporação dos resíduos aos processos produtivos, assim ela possibilita a redução da utilização de recursos naturais e custos financeiros.

Possui certificações ISO (9001, 14001, 45001, 22320), Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade (SASSMAQ) e segue os indicadores GRI (Global Reporting Initiative).

Ela oferece aos clientes:

  1. Gestão e valorização de resíduos
  2. Coprocessamento
  3. Logística, manufatura reversa e proteção de marca
  4. Coleta e transporte de resíduos
  5. Produtos ambientais
  6. Softwares de gestão

O segmento de Response contempla:

  • Prevenção de Acidentes, treinamentos, resposta a emergências, desin- fecção de ambientes,  serviços  Industriais,  equipamentos  de  combate a incêndios.

O segmento de Environment contempla:

  • Gestão e Valorização de resíduos, valorização de resíduos não comple- xos, coleta e transporte de resíduos, coprocessamento, logística e manufatura reversa, produtos ambientais, softwares de gestão.

Resumindo:

Em Environment, entra a economia circular, então as empresas contratam a Ambipar para fazer o tratamento, reuso, reparo e reciclagem de materiais, e isso envolve obviamente questões de obrigatoriedade referente a legislação ambiental, e, claro, uma gestão de custos mais eficiente, afinal os recursos são escassos e o capital não é infinito, portanto as medidas que contribuírem para a redução do custo de aquisição nas entradas dos processos ou que reduzirem os custos com descarte correto são significativas no custo total do processo.

Em relação ao Response, trata-se da resposta a acidentes, e aqui podem ser acidentes ocorridos com transporte/movimentação e manuseio de produtos químicos e poluentes, em casos de incêndios, acidentes que causam emergên- cias ambientais em rodovias, ferrovias, aeroportos, portos, indústrias, minera- doras e dutos, e também em emergências causadas por desastres naturais.

Ela oferece também serviços como a elaboração de estudos de engenharia para prevenção de acidentes nos diferentes modais de transporte, plantas industriais, barragens e terminais portuários.

E claro que você sabe como a marca é importante para o negócio, e como acidentes afetam a percepção que o cliente tem sobre ela. Confiabilidade e fidelização valem dinheiro, portanto um acidente que tenha as consequências controladas é uma prioridade da maioria das companhias, e a prevenção também (ou ao menos deveria).

E os resultados dos segmentos no 3T2021?

Environment: o segmento opera com contratos, portanto estamos falando de recorrência na receita, e neste trimestre o grande destaque são as consolidações dos resultados das empresas adquiridas, como a DISAL, AFC, Metal Ar e Suprema.

Foram adicionados 105 novos contratos com as aquisições citadas acima e firmados sete novos contratos pela Ambipar nesse período, na gestão de resíduos. Na linha de Pós-Consumo, ocorreu aumento dos resultados com as com as consolidações da Boomera, Drypol e Triciclo, com adendo de que iniciaram a ser contabilizadas no consolidado a partir de agosto de 2021.

Response: reportou aumento na receita bruta com destaque para o mercado externo (69% do total do segmento), e aqui entram as aquisições das empresas EMS, PEERS e Swat nos EUA, Emerge e Lynx no Canadá, Lehane na Irlanda.

Veja na imagem a seguir que a maior parte da receita foi originada no segmento Environment, ao contrário do que ocorreu nos períodos comparativos passados, e observe também que ela representou no trimestre 62% da receita líquida total.

A receita bruta consolidada foi de R$ 709 milhões, aumento de 253% comparado ao 3T2020, reflexo das aquisições e dos novos contratos na Environment, somado ao efeito escala gerado com o aumento das bases do Response, que por sua vez ocasionou crescimento no número de contratos e emergências, somada às aquisições ocorridas. No acumulado dos nove meses, a Receita Bruta consolidada atingiu R$ 1.415 milhões, aumento de 160% em relação ao acumulado de 2020.

Fonte: release da companhia – 3T2021

O custo do serviço prestado no período foi de R$ 418,45 (aumento de 251,5% em  relação ao 3T2020 e de 69,7% em relação ao 2T2021), no acumulado,     R$ 843 milhões, aumento de 163% em relação ao 9M2020. As Despesas Gerais e Administrativas foram de R$ 36 milhões, aumento de 267% x 3T2020 e 191% em x 2T21, no acumulado dos 9 meses de 2021 foram R$ 60 milhões, aumento de 184% na comparação com os 9 meses de 2020.

Fonte: release da companhia – 3T2021

O EBITDA consolidado atingiu, no trimestre, R$ 161 milhões, e a margem EBITDA alcançou 26,2%, um aumento de R$ 114 milhões em relação ao mesmo período de 2020. O Ebitda do segmento Environment foi de R$ 93,86 milhões e do Response R$ 67,30 milhões.

E aqui é importante que estejamos cientes das aquisições do período em questão. Para relembrar todas elas, recomendo que voltem ao nosso relatório onde recomendamos a compra de Ambipar – AMBP3 ( clique aqui para ver).

E então chegamos às margens, que causaram uma certa estranheza em muitos investidores, pelo fato de que reduziram.

Onde está o problema? Se ela fez aquisições, aumentou contratos, receita, qual motivo da redução?

Acompanhe o movimento das margens na imagem abaixo:

Fonte: release da companhia – 3T2021

Veja que o movimento se deve justamente às aquisições, mas não  existe mágica ou perfeição nos negócios, o que existe é sinergia e a ocorrência gradual de acordo com a estratégia aplicada pela companhia.

No Environment, a consolidação da DISAL ocasionou aumento de despesas administrativas afetando a margem; e no Response, o crescimento se deve ao ganho de escala no segmento.

Veja que mesmo reportando maior aumento de receita e Ebitda em um, foi no outro que a margem melhorou, digo isso para justificar a necessidade de compreender como a empresa gera valor, e por isso que iniciamos os relatórios falando sobre o funcionamento dos processos principais das companhias.

Cabe lembrar que em empresas de serviços, como é o caso da Ambipar, as sinergias costumam ser mais rápidas do que em empresas industriais, que precisam movimentar produtos acabados e em elaboração, e, no Response, a alta do dólar ajudou o aumento das margens nas operações internacionais. Embora poucos, alguns custos fixos são em reais.

Outro ponto importante em qualquer empresa que está em expansão e tomando dívida é o resultado financeiro, e neste trimestre ela reportou despesa de 42,7 milhões, um aumento de 68% em relação ao 3T2020 e 384% em relação ao 2T21. Esse aumento das despesas financeiras deve-se, justamente, ao maior nível de endividamento, que aliás encerrou o período em R$ 2,5 bilhões (dívida bruta) e, claro, ao reflexo do aumento do CDI no período, que afeta a dívida. Veja que ela não é exceção, falamos sobre isso em Neoenergia também e semana que vem falaremos sobre isso em Engie Brasil – EGIE3.

Sobre a dívida de R$ 2,5 bilhões e seu considerável aumento em relação ao final de 2020 (+R$ 2,3 bilhões), deve-se à captação de R$ 450 milhões de capital de giro a uma taxa média de CDI + 2,75% ao ano, emissão de debêntu- res no valor de R$ 900 milhões a um custo de CDI + 2,85% ao ano para aqui- sição da Disal Ambiental e 50% do capital social da Suatrans Chile, além da 2ª emissão de debêntures de R$ 500 milhões a um custo de CDI + 2,75% ao ano.

A companhia finaliza o período com um caixa e equivalentes de R$ 967 milhões e a dívida líquida de R$ 1,5 bilhão, uma dívida líquida/Ebitda de 2,4x. A companhia utiliza o Ebitda pro forma como se todas as novas companhias tivessem consolidadas há mais de 12 meses. Se utilizássemos o Ebitda dos últimos 12 meses, esse indicador seria superior a 5x.

Outro ponto de destaque no período foi o aumento do CAPEX no segmento de Environment, de R$ 178 milhões totais, sendo R$ 135 milhões no Environment  e R$ 43 milhões em Response. A empresa cita que cerca de R$ 25 milhões no Environment foi renovação e cerca de R$ 35 milhões, antecipação de compras futuras para evitar reajuste de preços das máquinas e equipamentos e para criação de buffer.

Fonte: release da companhia – 3T2021

O Lucro Líquido apurado foi de R$ 43,6 milhões, com uma margem líquida de 7,1%, aqui o peso da despesa financeira prejudicou mesmo com o aumento do resultado operacional. Mesmo assim, ainda vimos um aumento de 9% frente ao lucro líquido do 2T2021.

Se a sua dúvida é em relação à dívida, a empresa informou que está confortável com isso e que pode inclusive aumentar até 3x a relação, e que, portanto, as aquisições continuam no radar. Sobre as margens, a ideia é o ganho de eficiência ao decorrer da integração das operações, que, ao contrário da consolidação nos documentos, leva mais tempo para acontecer.

Porém isso não significa que não devemos ficar atentos ao comportamento das margens no decorrer da integração das operações, seus ajustes, aplicação das estratégias e obviamente a execução do plano de ganho com mais serviços disponíveis a serem oferecidos aos mesmos e aos novos clientes, gerando recorrência e fidelização.

Nossa avaliação sobre o resultado da Ambipar é que as margens ainda devem seguir reduzindo ao longo do ano de 2022, ainda mais se a Ambipar permanecer com todo esse apetite para novas aquisições. Acreditamos em uma margem Ebitda mínima de 24%, uma queda adicional de 2% que será pressionada pelo aumento das receitas do Environment frente ao Response, que possui margens maiores. Mas em 2023 a companhia volta a apresentar margens maiores.

De qualquer forma, a companhia, ainda assim, irá gerar, na nossa visão, um Ebitda de R$ 950 milhões em 2022, alcançando uma receita líquida de R$ 4 bilhões. O lucro operacional ficará em torno de R$ 550 milhões a R$ 650 milhões em nossas projeções e o grande ponto de equilíbrio ou desequilíbrio será a taxa de juros.

A captação da Ambipar, como vimos, gira em torno de CDI + 2,75% ao ano.

Se considerarmos uma alta dos juros até 11,50% como já prevê o boletim Focus, estamos falando de um custo de capital de 14,25% para a Ambipar. Veja que, considerando a dívida atual da companhia de R$ 2,5 bilhões a esse custo de captação, mais da metade da projeção do lucro operacional será gasto com juros de dívidas. Serão R$ 355 milhões com despesas financeiras.

Entre abril e setembro, quando ocorreram a maior parte das aquisições, ninguém no mercado acreditava que os juros atingiriam taxas tão altas, e é por isso que o mercado começou a “vender” Ambipar e seu preço caiu.

Nós estamos mais preocupados com a operação e o projeto de longo prazo da empresa e por isso não nos preocupamos com esses ruídos de curto prazo. Se acreditássemos que o Brasil ficaria com os juros a 12% por 5 anos ou 10 anos, a situação seria diferente.

Teremos um bom ano de acumulação de Ambipar, na minha visão. Segue, abaixo, a nossa projeção para a companhia.

Elaborado por Dica de Hoje Research

Conheça outras análises e sugestões de ações, fundos imobiliários, carteiras de ativos e videos sobre finanças e investimentos no portal da “Dica de Hoje“.

Disclosure
Elaborado pelo analista independente Daniel Isaac Nigri CNPI 1810, este relatório é de uso exclusivo de seu destinatário.

Este estudo é baseado em informações disponíveis ao público nos próprios sites de RI das empresas analisadas ou comparadas, consideradas confiáveis na data de publicação.

As opiniões aqui expressas estão sujeitas a mudanças por se tratarem de estimativas baseadas em fundamentos e projeções de futuro que podem ou não ocorrer.

Este relatório não representa oferta de negociação de valores mobiliários ou de outros instrumentos financeiros.

As análises, informações e estratégias de investimento têm como único propósito fomentar o debate entre o analista responsável e os destinatários. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as próprias análises e estratégias (ou seja, “caminhar com as próprias pernas” e ter bom senso).

Informações adicionais sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros aqui abordados podem ser obtidas mediante solicitação, e serão arquivadas por 5 anos conforme determinação da CVM.

O analista responsável pela elaboração deste relatório declara, nos termos da Resolução 20/2021, que substituiu a Instrução CVM nº 598/18, que as recomendações do relatório de análise refletem única e exclusivamente a sua opinião pessoal e foram elaboradas de forma independente.

O analista Daniel Isaac Nigri CNPI é o responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento da Resolução 20/2021, que substituiu a Instrução ICVM 598.


NÃO SE TRATA DE RECOMENDAÇÃO DE COMPRA OU VENDA

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal
Small Caps

Caso você também queira escrever em nosso Portal, envie seu texto
para contato@smallcaps.com.br. Além do texto, precisamos de sua assinatura, com
nome e qualificação. Nos reservamos o direito de decidir quais textos iremos ou
não publicar.

Siga nossas redes sociais
Twitter: www.twitter.com/portalsmallcaps
Instagram: www.instagram.com/portalsmallcaps

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui